NIGHT FOR DAY (2020)

  • Fiction, Documentary
  • 47min

A expressão “Night for Day” refere-se a uma técnica através da qual é possível criar uma ilusão de que algo que foi filmado durante o dia decorre durante a noite. Neste filme a ilusão é a ligação criada entre os dois momentos narrativos de “Night for Day”, definidos por dois depoimentos: de um lado, Isabel do Carmo (médica e escritora, que recentemente publicou um belíssimo texto de elogio ao SNS aquando do seu internamento devido a covid-19) recorda o seu tempo como fundadora das Brigadas Revolucionárias em 1970 e os primeiros tempos de liberdade em Portugal; do outro lado, dois jovens que lideram uma “start-up”, que tenta programar computadores para que possam reconhecer imagens em movimento, trocam ideias sobre tecnologia. O filme “recorta” estes dois depoimentos como conversas que dialogam entre si e, ao mesmo tempo, complexifica de forma desafiante este material ao acrescentar uma colagem subjetiva de fragmentos diversos: imagens de câmaras que não se conseguem adaptar à escuridão para capturar a realidade, imagens de representações virtuais da uma realidade, e filmagens de uma casa do arquiteto António Teixeira Guerra, durante a hora “mágica”. (JA)

The expression “Night for Day” refers to a technique through which it is possible to create an illusion that something filmed during the day actually took place at night. In this film, the illusion is the connection established between “Night for Day’s two narrative threads, defined by two testimonies: on the one hand, Isabel do Carmo (doctor and writer, who recently published a stunning text in praise of Portugal’s National Health Service on the occasion of her hospitalization due to Covid-19) remembers her time as founder of the Revolutionary Brigades in 1970 and the early years of freedom in Portugal; on the other, two young people who lead a start-up, which tries to program computers so they are able to recognize moving images, exchange ideas on technology. The movie cuts these two testimonials as if they are in dialogue with each other and, at the same time, defiantly complexifies this material by adding a subjective collage of various fragments: images from cameras that are not able to adjust to darkness in order to capture reality, images of virtual representations of reality, and footage of a house by architect António Teixeira Guerra during the golden hour. (JA)

Languages

Portuguese, English

Subtitles

Portuguese

Countries

Portugal, Austria

Studio

Stenar Projects

Bonus Content

Entrevista - Emily Wardill (João Araújo)