BELLA (2020)

  • International Competition, Fiction, Documentary, History, Political, Family
  • 24min

Grécia, 1986-1987. Poucos anos antes da queda do muro de Berlim e logo após o desastre soviético de Chernobyl. Anthi redige cartas ao seu marido – ausente, em Moscovo – contando sobre o quotidiano da sua família, sobre as transformações sociais na sociedade grega e as suas preocupações para o futuro da humanidade. Tecido como uma “collage” de imagens de arquivo, “found footage”, vídeos caseiros e fotografias, “Bella” usa as ferramentas de construção documental para criar um retrato íntimo, com a aparência de uma máquina do tempo. A vitória da Grécia no campeonato europeu de basquetebol perante a poderosa União Soviética, os aniversários, as ausências, a dissolução das tensões que marcaram a maior parte do século XX, o banho do cão e os trabalhos de casa do filho, a vitória de um capitalismo que suga “até ao limite, com os seus truques”, a esperança. Mas Anthi não é uma personagem de ficção. As suas cartas – reais – foram encontradas muitos anos depois da sua escrita pela realizadora Thelyia Petraki, em estreia no Curtas, e deram origem a esta obra de tempo, espaço e formato híbridos. (JM)

Greece, 1986-1987. A few years before the fall of the Berlin Wall, and right after the soviet Chernobyl disaster. Anthi writes letters to her husband – away, in Moscow – telling about the family’s daily life, the social changes in Greek society, and her concerns for the future of humanity. Woven as a collage of archival images, found footage, home videos and photos, “Bella” uses documentary-making tools to create an intimate portrait that resembles a time machine. Greece’s victory over the powerful Soviet Union in the European Basketball Championship, the birthdays, the absences, the dissipation of the tensions that marked most of the 20th century, the dog’s bath and the kid’s homework, the triumph of a capitalism that leeches “to the bone, with its tricks”, the hope. But Anthi is not a fictional character. Her – real – letters were found, many years after being written, by filmmaker Thelyia Petraki, making her debut at Curtas, and originated this work of hybrid time, space, and format. (JM)

Languages

Greek, English

Subtitles

English, Portuguese